O caminho da Luz(ir)

Do Marco Neiva, para uma amiga, Susana Luzir

Em Dezembro de 2015, a Luzir (Susana Luzir) tem a confirmação que tem um cancro da mama, partilha isso comigo no Facebook, mensagem curta e fria, fiquei gelado. Não consegui responder por texto liguei-lhe, fiquei a saber o que se passava. Luzir tinha um cancro da mama em estado avançado e iria iniciar tratamentos em breve.

Conheci a Susana Luzir a fazer o que mais gosto, em trabalho a produzir um vídeo de Trail Running, em que ela era a Fotógrafa Oficial. E que fotógrafa, fiquei a conhecer mais tarde, com um estilo muito próprio assente na fotografia urbana. A Luzir aprendeu sozinha a manusear a máquina para capturar as imagens perfeitas com que nos brinda.

Em Janeiro de 2016 lança-me o desafio de produzir um vídeo sobre ela, sobre a luta contra o cancro que iria travar, que queria vencer, e da mensagem positiva e otimista que queria passar. Não pude dizer que não e é aqui que surge o vídeo – O Caminho da Luz(ir).

Este vídeo tinha que ter alguns requisitos definidos pela Susana Luzir: Ser no dia em que a Luzir rapava o cabelo; Tinha de ser na Serra do Marão; Os amigos mais chegados deviam fazer parte do vídeo.


Com estas premissas foi definido o “guião” que iria ser improvisado através dos acontecimentos. As gravações foram no dia 24 de Janeiro, um dia de Inverno que se aguentou bem para as filmagens… Numa viagem animada em duas Renault 4L’s foi feita a viagem até ao ponto mais alto da Serra do Marão. Neste local, com uma capela de venerada à Sra. da Serra tudo começou e foi possível experienciar a magia do cenário e a força da transformação da natureza.


Deste dia recordo a alegria da Susana, a ligação emocional que tem ao local, a determinação de viver e acima de tudo a vontade em produzir um vídeo que iniciasse a viagem de partilha da sua experiência em viver com o cancro. Uma partilha otimista, sempre com uma mensagem positiva, com força, energia, esperança… e muita luz.

Com tantos momentos divertidos que aconteceram ao longo do dia, sabíamos todos que o último momento seria mais triste, mas ao mesmo tempo de esperança. Esperança na ciência, nos médicos, nas vontade de ultrapassar todos os obstáculos.

O momento de rapar o cabelo foi forte, vivido com emoção. As imagens realizadas precisamente no local preferido da Luzir, demonstram a alegria de vencer e a energia da amizade.

Entre Março e Abril de 2016 o vídeo foi editado, Susana já tinha iniciado os seus tratamentos. Nunca durante a edição de um vídeo me senti tão motivado, motivado em terminar um vídeo com uma mensagem única, motivado em sentir-me feliz, motivado em fazer alguém feliz…

«Eu vou ficar sem cabelo
mas eu prefiro ficar sem cabelo do que ficar sem a minha vida
e deixar de ver as pessoas que amo
…o cabelo volta a crescer!»

Obrigado, Marco Neiva